Água com sabão, álcool em gel: higiene das mãos é medida individual mais eficaz contra infecções - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria


TV Portal

 

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Água com sabão, álcool em gel: higiene das mãos é medida individual mais eficaz contra infecções

fotos: Jéssica Fortes
Arte gráfica: Iza Machado

 Uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para combater a propagação da Covid-19 e de várias doenças é a higienização das mãos. Usar álcool em gel ou lavar a região com água e sabão tornou-se um hábito fundamental para preservar a saúde e salvar vidasseja dentro ou fora das unidades hospitalares.


Infectologista do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, Bráulio Matias de Carvalho afirma que a higienização das mãos é a medida individual mais importante para prevenir a maioria das infecções por vírus e bactérias. “Estamos sempre tocando objetos e superfícies contaminadas. Para tentar evitar a proliferação de doenças como a Influenza (H1N1), a Covid-19, ou outras infecções respiratórias e gastrointestinais, é importante lavar as mãos sempre que possível, principalmente após tossir, espirrar, ir ao banheiro ou ter contato com ambientes públicos”, orienta.

Além de água e sabão, o álcool em gel e as soluções alcoólicas para higiene de mãos, como as espumas, têm a mesma eficácia para prevenir infecções. “Não existe um melhor ou pior, todos são aliados contra os vírus e bactérias. Basta escolher o mais acessível e utilizar da forma correta”, complementa.

Como lavar as mãos de forma correta

“A limpeza, tanto com álcool em gel, quanto com água e sabão, deve durar em torno de 20 a 30 segundos”, explica o infectologista.

Dentro do ambiente hospitalar, a frequência da lavagem de mãos indicada pela OMS para profissionais da área são: antes e depois do contato com o paciente, ou após contato com áreas próximas a ele; antes da realização de procedimento asséptico e após risco de exposição a fluidos corporais.

O HM, por meio da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), realiza periodicamente ações e treinamentos de sensibilização para os colaboradores. Segundo Érica Rodrigues, enfermeira da CCIH, é sempre importante lembrar os momentos e as técnicas adequadas para a lavagem de mãos.

“A higiene das mãos é uma das principais medidas contra as infecções hospitalares e é uma das metas internacionais de Segurança do Paciente. Mesmo sendo uma ação diária dos profissionais, esses treinamentos e demonstrações técnicas devem ser contínuos, para evitarmos falhas”, explica.

Assessoria de Comunicação do HM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2

 


Páginas