Mais de 50 profissionais do HGCC são treinados para uso e manuseio do capacete Elmo - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

quinta-feira, 25 de março de 2021

Mais de 50 profissionais do HGCC são treinados para uso e manuseio do capacete Elmo

fotos: Wescley Jorge

 Enfermeiros, fisioterapeutas, médicos e técnicos em enfermagem do Hospital Geral Dr César Cals (HGCC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), participam de treinamento para uso e manuseio do capacete Elmo. A possibilidade da capacitação na própria unidade, feita por profissionais treinados pela Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE), permite que mais pessoas conheçam o dispositivo. Ao todo, já foram treinados 55 profissionais do HGCC.


Afonso Ricardo, coordenador de educação permanente do Centro de Estudos da unidade, aponta que a capacitação desenvolvida no hospital é importante porque qualifica o cuidado. “Conseguimos ampliar ainda mais o número de profissionais aptos ao uso dessa tecnologia, beneficiando o paciente”, afirma.

A primeira paciente a usar o Elmo no HGCC foi Aldileia Souza do Nascimento, moradora de Itaitinga, na Grande Fortaleza. Ela deu entrada na unidade hospitalar no dia 26 de fevereiro em decorrência do agravamento dos sintomas de Covid-19. Gestante de 32 semanas, ela precisou, depois de dois dias internada, passar pelo parto prematuro. Logo ao nascer, Esther, sua segunda filha, foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, onde permaneceu por 17 dias.

Com 32 semanas de gestação, Aldileia Souza do Nascimento foi a primeira paciente do HGCC a utilizar o Elmo

No dia 1º de março, o desconforto respiratório aumentou, mesmo com o uso de outros recursos respiratórios. Foi então que ela passou a usar o Elmo. “Eu tive um alívio muito grande. Já na primeira vez, respirei bem melhor. Usei bastante. Até dormia. Estava com 50% dos pulmões comprometidos”, lembra. Hoje, mãe e filha estão bem e em casa.

Dispositivo evita medidas invasivas

O Elmo é destinado a pacientes clinicamente estáveis, evitando medidas invasivas, como a intubação endotraqueal. Com a utilização, a tecnologia proporciona conforto respiratório ao paciente, podendo favorecer na redução do tempo de hospitalização.

“O dispositivo evita em até 60% a intubação endotraqueal, apresentando rápida recuperação e aumento da função pulmonar, fazendo com que esses paciente se recuperem mais rapidamente e não evoluam para o agravamento da doença”, explica a fisioterapeuta Patrícia Duarte.

Central de Material e Esterilização do HGCC participa de forma efetiva de treinamentos referentes ao reprocessamento, montagem e desmontagem do dispositivo

No HGCC, as equipes da Central de Material e Esterilização, setor responsável pelo reprocessamento de materiais médicos hospitalares, têm participado de forma efetiva de treinamentos referentes ao reprocessamento, montagem e desmontagem do Elmo.

“A capacitação para os enfermeiros assistenciais e técnicos é de extrema importância na garantia da funcionalidade do equipamento no processo de esterilização: lavagem, desmonte, preparo e reprocessamento. A capacitação dos colaboradores é uma prática que permite o desenvolvimento contínuo dos profissionais na instituição, impactando na qualidade e eficiência dos processos para o paciente”, argumenta Alzira Ferro, coordenadora da Central de Material.

Assessoria de Comunicação do HGCC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


 

Páginas