Fortaleza - Bandidos armados invadem escola no José Walter e atiram contra os alunos. Três ficam feridos - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Fortaleza - Bandidos armados invadem escola no José Walter e atiram contra os alunos. Três ficam feridos


Um dos alunos baleados chega ao IJF-Centro socorrido pelo Samu, em estado grave 
Três alunos, com idades de 14, 15 e 17 anos, ficaram feridos a tiros, um deles em estado grave, durante um atentado armado em uma escola particular em Fortaleza. O crime foi filmado pelas câmeras na noite desta quarta-feira (15), quando dois homens, um deles usando capacete, invadiram a quadra poliesportiva do Centro Educacional Dóris Johnson e passaram a atirar, causando um corre-corre e pânico entre dezenas de alunos que participavam de atividades esportivas.
A escola fica localizada na Avenida Bernardo Manuel, no bairro José Walter. De acordo com a Polícia, o alvo dos bandidos seria um jovem conhecido por “Pimentinha”. No entanto, os criminosos dispararam para todos os lados, causando desespero nos alunos que participavam de uma partida de futebol de salão e aqueles que estavam nas arquibancadas.
As cenas apresentadas nas imagens das câmeras mostram que o “alvo” dos atiradores sai correndo em busca de fugir da morte e outros garotos ficam na linha dos tiros. Outros caem e sofrem ferimentos.
Os feridos foram encaminhados ao Hospital Gonzaguinha do José Walter. O aluno que ficou ferido em estado grave teria sido transferido em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Sam) para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro). Depois, os outros dois foram também removidos para o IJF.
A Polícia Militar compareceu ao local com várias patrulhas e ouviu os relatos dos alunos e funcionários da escola. As imagens do atentado já estão em poder das autoridades que investigam o caso e não descartam a possibilidade de o crime está ligado à guerra de facções. O jovem conhecido por “Pimentinha” estaria sendo ameaçado por pertencer à facção criminosa Guardiões do Estado (GDE).
A escola pertence a uma igreja evangélica e oferta vagas para o Ensino Infantil e Fundamental, totalizando 396 alunos atualmente. As atividades da unidade foram suspensas após o atentado.
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas