População de Pedra Branca reclamam de mal atendimento no hospital municipal e direção faz esclarecimentos - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria




Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

População de Pedra Branca reclamam de mal atendimento no hospital municipal e direção faz esclarecimentos

Áudios circulam em grupos de whatsapp reclamando de suposto mal atendimento no hospital municipal São Sebastião, e chefe de enfermagem faz esclarecimentos a população.


A imagem pode conter: céu, nuvem, árvore, planta e atividades ao ar livre

Áudios estão circulando em grupos de whatsapp do município de Pedra Branca, onde nós áudios são relatados supostos mal atendimentos no hospital municipal São Sebastião, na tarde desta quinta-feira o chefe de enfermagem Dr Paulo George, mandou um texto para o programa tribuna do povo na rádio AM Trapiá, onde ele passa alguns esclarecimentos, abaixo os esclarecimentos segundo o Dr Paulo George:
A questão da paciente não se classificava uma emergência, era um procedimento básico que poderia ser resolvido na atenção básica, na unidade consta da presença de 3 médicos, dr Nicomedes na maternidade, dr Geibson que estava na emergência e teve que subir para atender uma emergência de um paciente na clínica médica, dr Wendel estava na emergência juntamente com o enfermeiro do setor. Durante a manhã não chegou até nossa unidade nenhuma emergência. A população tem que ter o conhecimento do que se classifica emergência e urgência. Segundo o dicionário urgência pode esperar até 12:00 sem risco para a vida do paciente. Emergência é um situação iminente, onde o hospital conta com uma sala de estabilização pronta para receber todos esses casos, paciente não espera nem para fazer ficha.

A grande situação que vivenciamos é uma inversão da busca pelo serviço de saúde, onde segundo a organização dos serviços de saúde, proveniente do pacto pela saúde, descreve os três níveis de atenção, que são: atenção básica, atenção secundária e atenção terciária. Ao qual o hospital se caracteriza em atenção secundária, atendendo assim, os casos de emergência e urgência. Diante do exposto a paciente que relatou demora, não caracteriza atendimento de emergência.

O que está acontecendo no município é uma situação política para apavorar a população é tentar desacreditar o serviço de saúde, onde com isso, apenas a população tem a perder, pois gera uma insegurança para os mesmos. Nos serviços contamos com excelentes profissionais que todo dia, salvam varias vidas, porém apenas o que é inalterado são as deficiências e não os pontos positivos. No hospital atendemos em média 600 pacientes dia, ao qual levamos conforto e qualidade de vida para os mesmos. A literatura aborda que a responsabilidade do tratamento é compartilhado com o próprio paciente, na constituição está escrito, saúde é um direito de todos e dever do estado, mas na mesma constituição descreve a co-responsabilidade do cliente.
Não vamos deixar a politicagem desacreditar os serviços de saúde, procurem conhecer a realidade dos municípios circunvizinhos e comparem a realidade do nosso município. Podemos notar que há um destaque para o nosso município. Tem município com salários atrasados, sem matérias e sem medicamentos básicos para a emergência, tem município que falta até oxigênio e nós ajudamos na medida do possível.
Seria bom ao relatarem os casos, atentarem para o lado positivo, de uma maneira imparcial, pois os próprios profissionais que fazem a saúde de Pedra Branca, se chateiam por serem destratados por inverdades muitas vezes divulgadas de maneira errônea e sem podermos se defender.

Uma mentira divulgada prejudica uma equipe e não conseguimos restauram o prejuízo.

Tv Pedra Branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2




Páginas