HRN acelera diagnóstico de Covid-19 com testes rápidos nas Emergências - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria


TV Portal

 

sexta-feira, 7 de maio de 2021

HRN acelera diagnóstico de Covid-19 com testes rápidos nas Emergências

Fotos: Teresa Fernandes

 Para um diagnóstico rápido e seguro de casos suspeitos de Covid-19, o Hospital Regional Norte (HRN), vinculado à Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), vem realizando testes rápidos de antígeno nas Emergências. A metodologia, por meio de swab nasal (com haste flexível), possibilita o resultado em até 30 minutos. Já foram realizados mais de 500 testes rápidos no HRN.


O hospital recebeu 3.200 desses insumos. A Sesa adquiriu, aproximadamente, 160 mil unidades do teste para os serviços de saúde em Fortaleza e no Interior – que devem ser realizados para diagnóstico na fase aguda da doença, entre o 1º e 7º dia do início dos sintomas.

O gerente do laboratório do HRN, Alexandre Costa, explica que os testes estão sendo aplicados nas portas de entrada do HRN em pacientes com sintomas respiratórios, encaminhados após triagem das Emergências. “O teste de antígeno é rápido e indolor, capaz de detectar a proteína do nucleocapsídeo viral do Sars-CoV-2, que, se o resultado for positivo, significa infecção viral ativa. Existem outros tipos de testes para Covid-19, mas o teste de antígeno é o mais rápido em relação aos demais”, explica.

Testes devem ser realizados para diagnóstico na fase aguda da doença, entre o 1º e 7º dia do início dos sintomas

A realização dos testes rápidos acelera o diagnóstico e garante o tratamento mais adequado ao paciente, conforme afirma a coordenadora de Enfermagem da Emergência Adulto, Kelce Matias. “Com a realização dos testes, é possível ter um direcionamento muito mais rápido. Tornando ainda mais viável a separação dos perfis dos pacientes, reduzindo o contato entre os que têm ou não Covid e acelerando a alocação do paciente no tipo de leito que ele realmente necessita”.

Diagnóstico

Com o resultado do teste positivo e a avaliação do médico na consulta inicial, já é possível fechar um diagnóstico. No entanto, caso a suspeita clínica seja alta, ou seja, paciente com sintomas típicos da doença há menos de 7 dias, um teste negativo não é capaz de excluir o diagnóstico e, por isso, é indicada a complementação com o RT-PCR. Este é o teste de biologia molecular que detecta a presença do vírus no paciente. São coletadas amostras de secreção do fundo do nariz por meio da introdução de um swab (haste flexível). As amostras para o RT-PCR são encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará para análise e os resultados ficam prontos após alguns dias.

A secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, ressalta que o teste é destinado a pacientes com sinais e sintomas gripais. “Esse teste só deve ser aplicado em pessoas com sintomas gripais, então não é para rastreamento de assintomáticos, mas sim para tirarmos rapidamente a dúvida se o paciente com síndrome gripal grave que está chegando a uma dessas unidades está ou não com Covid-19”.

Assessoria de Comunicação do HRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2

 


Páginas