Por quanto tempo alguém com Covid-19 transmite o vírus? Infectologista da Sesa explica - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

 

terça-feira, 16 de março de 2021

Por quanto tempo alguém com Covid-19 transmite o vírus? Infectologista da Sesa explica

Arte gráfica: Brauliana Barbosa

 Por quanto tempo uma pessoa infectada com o vírus da Covid-19 pode transmitir para outras pessoas? Em quanto tempo o coronavírus deixa de ser transmissível? O tempo de isolamento social e o período de quarentena dependem da gravidade de cada caso? Estas são algumas questões levantadas pela população nos canais de comunicação da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).


O tempo de isolamento e de transmissibilidade do vírus é variável e depende da gravidade dos sintomas. O médico infectologista Keny Colares, da Escola Pública de Saúde Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), afirma que a maior parte das pessoas que tiveram Covid-19 podem transmitir o vírus, geralmente, dois dias antes de começar a perceber os sintomas e até dez dias depois do início deles.

“Orienta-se que, após dez dias, a partir do primeiro dia de sintoma, se a pessoa estiver se sentindo bem, se estiver sem febre por pelo menos 24 horas e já tiver melhorado bastante dos outros sintomas, mesmo que não seja completo, ela pode sair do isolamento. Mas, como todos, seguindo as medidas de proteção”, indica.

O protocolo de isolamento para aqueles que foram diagnosticados com quadro mais grave da Covid-19 é maior. “Para aqueles indivíduos que tiveram casos mais graves, com internação, a orientação é de isolamento por vinte dias, a contar do primeiro dia de sintoma. É importante também estar sem febre e ter melhora total ou, pelo menos, significativa dos outros sintomas”, sublinha Keny.

Há, ainda, casos “raríssimos” em que se recomenda isolamento por 60 dias. “São situações de pessoas imunossuprimidas, que podem permanecer com o vírus por tempo prolongado”, explica.

Prevenção

A Sesa reforça que as medidas de proteção devem ser mantidas. O distanciamento social, o uso correto da máscara e a higienização constante das mãos são a melhor forma de proteção contra a Covid-19.

Assessoria de Comunicação da Sesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


 

Páginas