HRSC tem 100% de satisfação em pesquisa realizada com pacientes recuperados de Covid-19 - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

 

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

HRSC tem 100% de satisfação em pesquisa realizada com pacientes recuperados de Covid-19

fotos: Thiago Conrado

 O Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), deu início a uma investigação que visa a melhorar cada vez mais a assistência aos usuários dos serviços de saúde. A pesquisa de qualidade, que obteve 100% de satisfação, foi realizada pela Ouvidoria da unidade neste mês de fevereiro para detectar a satisfação de pacientes que tiveram alta da Enfermaria Covid-19 no último mês de janeiro. O estudo mensura o nível de contentamento dos pacientes com relação a todo o atendimento prestado durante a internação.


“A pesquisa de satisfação do paciente é algo de vital importância para o sucesso das unidades de saúde. É uma ferramenta capaz de oferecer uma visão realista sobre a satisfação dos usuários e, consequentemente, o que pode ser feito para melhorar a prestação dos serviços oferecidos à população”, explica Aline Maura da Silveira, ouvidora do HRSC.

O agricultor Manoel Nogueira Neto, de 71 anos, foi um dos participantes da pesquisa. O morador de Banabuiú, no Sertão Central, ficou internado durante 14 dias após contrair Covid-19. Ele já se encontra recuperado da doença, em casa.

“Eu recomendo bastante o hospital. O atendimento foi excelente, desde os médicos, enfermeiros, pessoal da limpeza, enfim, toda equipe. Todos me atenderam bem demais. A comida também me agradou bastante. Durante minha internação, tive a oportunidade de conversar por telefone com minha família e amigos. Isso me deixou mais tranquilo e feliz”

Em todos os contatos exitosos (aqueles em que a unidade conseguiu contato, por telefone, com pacientes após alta hospitalar), 100% atribuíram nota 10 à Enfermaria Covid e à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid. Assim, as unidades encontram-se na zona de excelência com NPS 100. NPS, do inglês Net Promoter Score, é o método utilizado para medir a satisfação e o grau de lealdade. A escala vai de zero a 10. A pesquisa não é realizada com esse perfil de usuário durante a internação nos setores Covid.

Segundo Aline Maura, considera-se como promotores quem atribui as notas 9 e 10, que são os usuários que promovem positivamente o nome da instituição. São neutros os que dão as notas 7 e 8, ou seja, pessoas que não demonstram contentamento ou insatisfação com o serviço. Por fim, os pacientes que estão descontentes com o atendimento, os detratores, são aqueles que atribuem notas de 0 a 6.

O cálculo do método é resumido em: nº de promotores – nº de detratores/nºtotal)*100. “Conforme o resultado do NPS, a unidades podem ser classificadas em 4 zonas: zona de excelência (entre 76 e 100); zona de qualidade (entre 51 e 75); zona de aperfeiçoamento (entre 1 e 50) e zona crítica entre (0 e -100)”, explica a ouvidora.

Atendimento centrado no cidadão

Com o intuito de oferecer um atendimento centrado no cidadão, o HRSC também realiza mensalmente uma pesquisa de satisfação nos demais serviços do hospital. Em janeiro de 2021, das 461 saídas hospitalares, em oito setores avaliados, a taxa de satisfação foi de 99,44%.

O diretor geral do HRSC, Marcelo Theophilo, reforça a importância das metodologias de avaliação para a melhoria contínua dos serviços. “São evidências concretas que nos auxiliam no aprimoramento constante das nossas entregas. Os maiores beneficiados desse processo são os pacientes”.

Assessoria de Comunicação do HRSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


 

Páginas