Governo do Ceará chegará em fevereiro a 703 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 - Portal de Notícias CE

Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria


TV Portal

 

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Governo do Ceará chegará em fevereiro a 703 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19

Fotos: Carlos Gibaja, Tatiana Fortes e Thiara Montefusco

 Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais na tarde desta sexta-feira (12), o governador do Ceará, Camilo Santana atualizou as ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus no estado do Ceará. Ao seu lado estava o secretário de saúde do Estado, Dr. Cabeto.


Camilo informou que, devido ao crescimento de casos e uma crescente demanda nos atendimentos de saúde, o Governo do Ceará está ampliando a rede pública de saúde do Estado com leitos exclusivos para atendimento aos pacientes com Covid-19. Após ter quase 3 mil leitos no pico da doença, ano passado, o Estado iniciou 2021 com 327 leitos e, agora, conta com 491 leitos. “Até o final de fevereiro vamos chegar a 703 leitos de UTI exclusivos para esse tipo de atendimento em Fortaleza”, explicou.

Vacinação

Devido ao período de aumento dos casos de coronavírus em Fortaleza, acompanhado e divulgado semanalmente pelo governador, ele fez um apelo para que a população fique em casa o máximo possível durante o processo de vacinação. “A única forma que temos para acabar com essa pandemia é imunizando todo mundo. Mas o próprio ministro da saúde disse que a meta é vacinar toda a população até o final do ano, então vai demorar um pouco para que todos estejamos imunizados. Aqui em Fortaleza temos ampliado os locais de vacinação, e quero agradecer a parceria com a Fiec, Fecomércio e CDL, para levar os idosos aos drive-thrus de táxi e com motoristas de aplicativos, e temos procurado agilizar toda a distribuição das vacinas para os municípios, a cada lote. Mas enquanto a gente não consegue imunizar todo mundo, precisamos tomar medidas importantes para diminuir a circulação do vírus”, explicou.

Medidas preventivas

O governador reforçou sobre a necessidade de aplicar as medidas de prevenção, além de outras ações sociais do Governo do Ceará. “Nesse momento precisamos colocar em prática ações de restrição e de isolamento social, por isso fizemos decretos – o atual e o de Carnaval – para evitar as aglomerações e minimizar o efeito na economia do Estado. Nos preocupamos com o emprego, mas a prioridade é a vida das pessoas”, apontou Camilo.

“Estamos ampliando o Cartão Mais Infância, saindo de 48 mil para 71 mil famílias atendidas pelo programa beneficiadas com a transferência de renda mensalmente. Distribuímos chips de internet aos alunos da rede pública de ensino, e estamos terminando uma licitação de tablets, para que outros alunos possam ter acesso às aulas remotas. Implementamos o auxílio-catador de forma permanente, lançamos um edital para 10 mil bolsas no programa Agente Jovem Ambiental, e em março, devemos lançar em vez de um auxílio, um microcrédito para as famílias cearenses”, listou o governador.

Auxílio emergencial

O governador do Ceará destacou a participação na reunião com os novos presidentes da Câmara e do Senado com todos os outros governadores do Brasil. A pauta principal foi a liberação de crédito para os Estados e o auxílio emergencial. “É importante a sociedade cearense saber que o Congresso Nacional ainda não aprovou orçamento para 2021, com todos os investimentos de combate à pandemia foram encerrados em dezembro de 2020. Por isso precisamos com urgência da votação para ter financiamento para a saúde, e também ter recursos para a ampliação do auxílio emergencial, tão importante para as famílias mais pobres e vulneráveis desse País. Por isso temos feito uma defesa forte para que o Congresso Nacional possa votar o mais rápido possível a extensão desse auxílio”, afirmou Camilo.

Outras ações

Governador relembrou que, numa ação da Prefeitura que visa diminuir o número de passageiros nos ônibus em horários de pico, já foi iniciada a ampliação da oferta de conduções, que chegarão em 200 novos ônibus circulando nos horários de maior procura. Além disso falou também sobre o constante diálogo com os setores de eventos, bares e restaurantes.

“Temos a preocupação em manter o diálogo com os setores mais prejudicados nesse momento de pandemia, e por isso criamos um grupo de trabalho com o setor de eventos, para que, no mais tardar na próxima terça-feira (16), possamos apresentar um conjunto de medidas para que este setor possa ser ajudado. Essa comissão tem dialogado com bares e restaurantes, pois tivemos de reduzir o horário de funcionamento dos mesmos, mas com um único objetivo, o de reduzir a velocidade de transmissão do vírus, e assim garantir que as pessoas possam ser cuidadas e bem recebidas no sistema público de saúde”, ressaltou o governador.

O secretário Dr. Cabeto destaca a importância das medidas de isolamento social para ajudar o funcionamento do sistema de Saúde do Ceará. “Com o passar do tempo nós aprendemos a tratar melhor dos pacientes com a Covid-19, e conseguimos diminuir de forma considerável o grau de letalidade em Fortaleza. Mas quando o sistema se sobrecarrega, esse risco de letalidade pode aumentar. Por isso que temos feito um grande esforço para ampliar os nossos hospitais, lembrando aqui que eles se tornam leitos permanentes posteriores para a saúde. Nada do que foi incrementado foi retirado do sistema, estamos novamente modificando os perfis de atendimento para uma capacidade maior em atender pacientes acometidos como o vírus”, disse o secretário de saúde.

Fake News

“Infelizmente as Fake News têm retomado com uma força muito grande nos últimos dias, e através de pessoas que não estão preocupadas com as vidas das pessoas. Não vamos acreditar em mentiras, pois o meu desejo é que, independente de visão ideológica ou disputa política, o importante é todos estejamos unidos e juntos com um único objetivo, de salvar as vidas dos cearenses”, finalizou o governador do Ceará.

Comunicação do Governo do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas