Auxiliar de Serviços Gerais: profissionais são essenciais na promoção da saúde - Portal de Notícias CE

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Auxiliar de Serviços Gerais: profissionais são essenciais na promoção da saúde

fotos: Diana Vasconcelos

 Responsável por realizar a limpeza e a desinfecção de superfícies, o auxiliar de Serviços Gerais, que tem seu dia celebrado neste 22 de fevereiro, é fundamental para promoção da segurança e conforto de pacientes, profissionais e familiares nos serviços de saúde. “Não é exagero dizer que a limpeza ajuda a salvar vidas de pacientes”, diz a enfermeira Sônia Barroso, que atua na Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar (HMJMA), unidade de média complexidade da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).


“Tudo [na segurança do paciente] depende de higienização. É isso que evita o risco de contaminações. Se eu não tiver o pessoal da limpeza, dos serviços gerais, eu não posso atender pacientes e ninguém pode trabalhar, porque eu não vou ter a qualidade de higienização em canto nenhum”, continua a enfermeira. Segundo a CCIH, o ambiente é apontado como reservatório de microrganismos nos serviços de saúde. “Portanto, a limpeza é indispensável”, frisa Barroso.

Além da segurança hospitalar, a presença regular dos profissionais de serviços gerais contribuem com o bem-estar de pacientes e familiares de outras formas. “Era um bom dia, um sorriso, às vezes perguntava como estávamos, ou nos contava uma história boa enquanto limpava. Era como ter um amigo lá”, afirma a dona de casa Maria Valcley Magalhães de Souza, que acompanhou o pai, Francisco Xavier de Souza, de 82 anos, durante uma internação de dois meses no HMJMA.

A internação do idoso aconteceu entre março e maio de 2020. “Nesse tempo, a gente acabou se aproximando de muitos funcionários. Mas tinha uma que sempre que aparecia e meu pai ficava mais animado, gostava muito dela. E teve um dia que ele passou muito mal, vomitou muito, ficou envergonhado até. Ela chegou com um sorriso no rosto e disse que não era nada. Limpou tudo e disse que se precisasse dela de novo, viria correndo. Nunca esquecemos”, rememora.

Maria Valcley de Souza acompanhou o pai, Francisco Xavier de Souza, de 82 anos, durante internação no HMJMA, período em que se aproximou da auxiliar de serviços gerais Suely Pereira

A funcionária em questão é Francisca Suely de Castro Pereira. Dos seus 47 anos, oito foram atuando na equipe de limpeza do HMJMA. Ela afirma ter encontrado o trabalho em um momento muito difícil de sua vida, e teve uma “grata surpresa”. “Eu estava desempregada, desesperada por algo. Mandei o currículo para cá e fui chamada no dia seguinte. Pensei que a vaga era para copeira, mas era para serviços gerais. Mesmo com medo, porque não conhecia nada, eu aceitei e foi a melhor decisão que tomei”, conta Suely.

Integrada, Suely afirma ter se sentido “acolhida” na unidade e por isso pôde desenvolver um bom trabalho. “A melhor coisa do mundo é você trabalhar feliz, com amor”, sublinha. “É gratificante [ver o paciente se recuperar], é uma vitória. A gente acompanha o percurso, o choro, o resultado, a alegria, mesmo com a distância que os serviços gerais também têm de manter”.

Ela argumenta: “Mas saber que levamos segurança para eles, que o ato de limpar ajuda na recuperação deles, me faz bem. A gente faz parte da equipe, fazemos parte do sucesso, da recuperação do paciente. Eu me sinto parte de tudo e meus colegas também”.

Suely acompanhou o nascimento da sobrinha Maria Valentina no HMJMA, unidade em que trabalha

Suely e Valcely, mantém contato por telefone mesmo após quase um ano da alta hospitalar de Xavier. As mensagens são poucas, apenas para saber se estão todos bem. Mas a alegria de saber que estão todos saudáveis é mútua, segundo Suely. A profissional da limpeza também compartilha outras alegrias na unidade, como os amigos que conquistou ao longo de quase uma década na função. “Quando minha mãe adoeceu, me ajudaram muito, e quando a perdi, me confortaram”, lembra.

Apesar de ter perdido a mãe, Suely ganhou o amor da sobrinha, nascida no dia 15 de fevereiro na Maternidade do HMJMA. Maria Valentina foi celebrada por ela e pela equipe. “Ela é a coisa mais linda”.

Assessoria de Comunicação do HMJMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas