Ações da PCCE na Região Norte resultam em 132 prisões em janeiro deste ano - Portal de Notícias CE

 


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria


TV Portal

 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Ações da PCCE na Região Norte resultam em 132 prisões em janeiro deste ano

 



Ofensivas coordenadas pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI- Norte) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), em conjunto com as oito delegacias regionais e 44 municipais, resultaram em 132 prisões só no primeiro mês deste ano. As capturas foram realizadas por força de mandados de prisão preventiva e temporária, além de prisões em flagrante. Os alvos dessas ações são pessoas investigadas por crimes como homicídios, latrocínios, tráfico de drogas, organização criminosa, crimes sexuais e violência doméstica.

Divididos em quatro Áreas Integradas de Segurança (AIS 14, 15, 16 e 17), os municípios que integram a Região Norte do Estado recebem, diariamente, ações de combate a criminalidade. Essas ofensivas visam coibir novas ações criminosas, bem como apresentar a resolubilidade de delitos e o trabalho ostensivo e preventivo da Polícia Civil do Estado do Ceará.

No ranking de prisões, a Delegacia Regional de Tianguá lidera em números de capturas. Na unidade regional foram cinco cumprimentos de mandados de prisão e nove prisões em flagrantes pelos crimes de homicídio, porte ilegal de armas de fogo, tráfico de drogas, receptação e crimes ambientais. Em segundo lugar vem a Delegacia Municipal de Ipu, somando 12 prisões em flagrantes e dois cumprimentos de mandados.

Para o diretor do DPJI- Norte, delegado Marcos Aurélio, os números expressivos são resultados de uma Polícia Civil atuante e, principalmente, compromissada com o combate à violência no Ceará. “Realizamos diversas operações no mês de janeiro deste ano, que culminaram em mais de 130 pessoas presas por diversos crimes. Essas prisões representam um golpe contra a criminalidade, que, com certeza, repercutirá diretamente na redução dos índices de homicídios na região”, pontuou.

Crimes qualificados

Ao todo foram 82 cumprimentos de mandados de prisão, 45 flagrantes e cinco cumprimentos de mandados em desfavor de suspeitos que já se encontravam presos. Desse número, 35 foram de prisões por homicídios e 21 capturas por tráfico de drogas. Os demais crimes são homicídio tentado, roubo, estupro e violência doméstica.

“São operações e prisões importantes. Combatemos diretamente a criminalidade e temos certeza que os resultados serão ainda mais significativos nos próximos meses. E o trabalho continua. Em fevereiro já iniciamos novas operações, sempre com o objetivo de combater a criminalidade, além de transformar e trazer um clima de paz social e de segurança para o cidadão”, finalizou ele.

Estratégia e inteligência

Uma das principais diretrizes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) é o fortalecimento da inteligência e da integração entre as vinculadas, objetivando a redução dos indicadores criminais, especialmente os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).
Semanalmente, o secretário da SSPDS, Sandro Caron, se reúne com os demais membros da alta cúpula da Segurança Pública no intuito de alinhar as estratégias de combate a esses crimes em território cearense, sejam elas preventivas ou ostensivas, com rápidas respostas a crimes ocorridos no Estado.


SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2

 


Páginas