Feira virtual comercializou mais de 70 toneladas de produtos agroecológicos - Portal de Notícias CE

Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria


TV Portal

 

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Feira virtual comercializou mais de 70 toneladas de produtos agroecológicos

Imagem: Direção estadual do MST

 Entre abril e dezembro, a Feira da Reforma Agrária atendeu a 4.765 pedidos e realizou a entrega de 70.462 kg em produtos agroecológicos nos municípios de Fortaleza, Aquiraz, Caucaia e Maracanaú. A previsão inicial, de acordo com Clarice Rodrigues, da coordenação estadual do MST, era retomar o formato presencial em janeiro, embora a continuidade do quadro de pandemia tenha forçado a realização da décima edição consecutiva da feira num formato virtual no início deste mês.


“Desde abril que fazemos a feira assim: sempre abrindo o site no início de cada mês, para recebermos os pedidos, e iniciando as entregas aos clientes no segundo sábado”, orienta Clarice sobre o funcionamento. “Num primeiro momento, quando havia uma maior apreensão a respeito da Covid, foi um desafio para todos nós darmos continuidade. Até mesmo porque nunca havíamos feito uma feira virtual e precisávamos adequar a gestão, a logística e a comercialização à atual realidade”.

Os alimentos sem agrotóxicos são produzidos em 11 assentamentos e um acampamento no interior do Estado e o escoamento garantiu renda, principalmente, no período mais grave de enfrentamento da pandemia, quando houve a proibição das feiras públicas. “A SDA colabora conosco entregando projetos produtivos que nos permitem melhorias na infraestrutura, aumentando e organizando melhor a nossa produção e agregando valor e qualidade aos nossos produtos”, pontua.

Outra contribuição ocorre quando a Secretaria divulga, mensalmente, a realização das feiras. Através do site e das redes sociais, o órgão do Governo do Ceará estimula a economia solidária e fortalece o sistema cooperativista em todo Estado. “As feiras virtuais sempre são uma oportunidade de adquirir alimentos saudáveis e de qualidade e, ao mesmo tempo, um gesto de solidariedade para com os assentados e assentadas da reforma agrária”, recomenda o secretário De Assis Diniz.

Fonte: SDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas