Ciopaer da SSPDS transporta órgãos captados de hospital em Quixeramobim para Fortaleza - Portal de Notícias CE

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Ciopaer da SSPDS transporta órgãos captados de hospital em Quixeramobim para Fortaleza

 


Nas missões da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o tempo é fator essencial para o êxito das ações. Na tarde dessa quarta-feira (27), um helicóptero realizou o transporte de três órgãos humanos entre as cidades de Quixeramobim e Fortaleza, durante um voo de apenas uma hora. O paciente contemplado foi um idoso de 68 anos que estava internado no Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

A aeronave Fênix 09 foi pilotada pelo major da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Marivaldo Barreto, e o copiloto, capitão da PMCE, Elton Oliveira. Já o trabalho de captação dos órgãos (um fígado e dois rins) foi realizado pelos médicos Emanuel Nogueira e Apollo de Macedo, e as enfermeiras Patrícia Almeida e Jamila Fraga, todos profissionais do HGF. Foram três horas para a captação, no Hospital Regional de Quixeramobim, e mais uma hora para chegar até a unidade hospitalar localizada na Capital. A doação foi autorizada pela família de uma mulher de 55 anos que faleceu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Para o relações-públicas da Coordenadoria da SSPDS, capitão PMCE Elton Oliveira, a rápida duração dos voos que a Ciopaer executa tem sido uma forte aliada nas ações destinadas à população. Ele destacou que “cada órgão transportado, por exemplo, tem um tempo de isquemia – que é a diminuição da irrigação sanguínea. Nesses casos, o helicóptero é o mais adequado para o transporte, pois o pouso geralmente é realizado em helipontos ou em locais que não dispõem de aeródromos. Dessa forma, as aeronaves da Ciopaer estão à disposição para cumprir essa missão de levar esperança de vida nova a quem precisa receber um órgão”, finalizou ele.

Ao chegar às unidades hospitalares, as doações são analisadas pela central de transplantes que possuem uma lista de pacientes cadastrados no sistema nacional e aguardam um doador compatível. Dessa vez, um idoso de 68 anos, que se encontra no HGF, foi contemplado.

Ascom SSPDS - Texto e Foto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas