Estimativa de safra de cereais, leguminosas e oleaginosas cresce e chega a 804.685 toneladas - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Estimativa de safra de cereais, leguminosas e oleaginosas cresce e chega a 804.685 toneladas



 O Ceará deve alcançar uma safra de grãos de 804.692 toneladas em 2020. O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) foi divulgado ontem (10) pela superintendência estadual do IBGE e representa um crescimento de 73,92% em relação ao prognóstico divulgado em janeiro (462.673 toneladas) e de 42,52% em relação à safra obtida em 2019 (564.616 toneladas). “A expectativa de safra é resultado de uma boa quadra chuvosa aliada aos investimentos certos do Governo do Ceará, na garantia das condições de plantar e colher”, comemora De Assis Diniz, secretário do Desenvolvimento Agrário.


Em relação ao prognóstico de setembro, de 804.444 toneladas (+0,03%), variaram positivamente: arroz sequeiro (+0,23%), fava (+0,86%), feijão de arranca 1ª safra (+0,07%), feijão de corda 1ª safra (+0,73%), feijão de corda 2ª safra (+1,59%), algodão herbáceo (+0,45%) e mamona (+17,02%). Os números negativos são para a produção do milho sequeiro (-0,13%) e amendoim (-0,63%). Entretanto, a safra de milho sequeiro pode atingir 640.974 toneladas neste ano: quase o dobro da expectativa de janeiro, de 335.761 (+90,16%), e 51,41% acima da safra do ano passado (422.795).

“O aumento da produção foi devido à elevação do rendimento. Em Reriutaba e Ipu, por conta da boa quadra chuvosa, o rendimento obtido foi maior que a média dos últimos 11 anos”, descreve o documento sobre a produção de feijão de arranca 1ª safra. A redução da produção de milho sequeiro foi observada em decorrência do excesso de chuvas e pragas em Parambu e Catunda e veranicos longos na cidade de Ibicuitinga.

As maiores produções de milho grão, acima de 13 mil toneladas, segundo o IBGE, devem abranger os municípios de: Santa Quitéria, Tamboril, Canindé, Ocara, Acopiara, Boa Viagem, Morada Nova, Tauá, Parambu e Mombaça. Já em relação à produção de feijão fradinho 1ª safra de sequeiro, os municípios são: Santa Quitéria, Tamboril, Canindé, Ocara, Acopiara, Boa Viagem, Morada Nova, Tauá, Parambu e Mombaça.

Fonte: SDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2

 


Páginas