Hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza, passa a realizar cirurgias eletivas - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza, passa a realizar cirurgias eletivas

Arte gráfica: Francisco Oliveira

 Desde a última terça-feira (13), o Hospital Leonardo da Vinci (HLV), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado, passou a realizar cirurgias eletivas. Por mês, serão realizados cerca de 800 procedimentos nas áreas de ortopedia, otorrinolaringologia, urologia e cirurgia geral na unidade, que também é referência no atendimento a pacientes com Covid-19 no Estado. Para esses novos serviços, o Hospital vai contar com 198 leitos, entre enfermaria e UTI, e também com nove salas de cirurgias.


“Esperamos reduzir as filas cirúrgicas e até extingui-las. Acreditamos que, até os primeiros meses do ano que vem, vamos conseguir dar acesso a todos aqueles que precisam de cirurgias no Estado do Ceará”, destaca o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr.Cabeto).

O secretário destaca que esse processo de mudança de perfil do hospital está sendo feito com muita responsabilidade e planejamento. O atendimento dos casos de Covid-19 continuará a ser oferecido na unidade através de um número menor de leitos. “Caso haja um aumento do número casos, nós estaremos preparados para aumentar de imediato esses leitos e garantir o atendimento à população”, explica.

Atualmente, o Hospital Leonardo da Vinci conta com 34 leitos exclusivos para atendimento à Covid-19, sendo 24 de enfermaria e 10 de UTI. A unidade tem capacidade para ativar até 150 leitos, dependendo da demanda. “É bom lembrar que a pandemia ainda não terminou. Nós precisamos colaborar com os protocolos sanitários e garantir que a reabertura responsável da economia tenha cada vez mais sucesso em termos dos resultados para a saúde”, ressalta Dr. Cabeto.

Covid-19

Entre os meses de abril e junho, foram destinados 2.951 leitos para o atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com coronavírus no Estado. Destes, 911 são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 2.040, de enfermaria.

Com planejamento, transparência e ações práticas, a Sesa agiu de forma rápida para conter a disseminação da Covid-19 em todo o território cearense. Diante do cenário epidemiológico e da redução do número de casos e internações pela doença, foi possível novamente readequar o funcionamento das unidades de saúde com base na demanda. As consultas ambulatoriais e as cirurgias eletivas estão voltando gradativamente.

As estruturas dos hospitais de campanha do Estado para atendimento dos casos de Covid-19 continuam montadas e são destinadas a outros tipos de atendimento.

Assessoria de Comunicação da Sesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas