Fortaleza - HGWA reforça cuidados com a saúde mental de familiares de pacientes - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Fortaleza - HGWA reforça cuidados com a saúde mental de familiares de pacientes



 A estudante Yasmin Maria da Silva, 21, precisou mudar toda a rotina depois de o pai, Francisco Eudes Bezerra, 56, sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI) há cerca de dois meses. Após perder a mobilidade e apresentar graves lesões cerebrais, Francisco foi internado no Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado.

Para enfrentar os desafios neste momento, a jovem contou com a ajuda do serviço de Psicologia do HGWA. “Não foi fácil continuar com a mesma estrutura emocional que eu tinha depois de ver meu pai naquele estado. O acompanhamento psicológico que tive foi essencial. A psicóloga vinha me ver toda semana. Sempre que possível, mais de uma vez na semana. Com certeza me ajudou bastante, pois me deu a assistência necessária e me fez sentir mais segura em relação aos meus medos e incertezas”, conta.

O serviço de Psicologia do HGWA proporciona assistência permanente aos familiares. A psicóloga Jamille Vasconcelos afirma, em que situações de fragilidade emocional, os cuidados com a saúde mental dos familiares são fundamentais. “Essa fase, que pode durar alguns meses ou até vários anos, é de sofrimento intenso para os familiares mais próximos, que muitas vezes já vem acompanhando estes pacientes no dia a dia em um processo crônico de adoecimento. A Psicologia busca oferecer o acolhimento, a escuta e o suporte emocional, assim como auxiliar no enfrentamento dessa situação”, detalha.

Filha dedicada, Yasmin largou tudo para acompanhar o pai no leito da Unidade de Cuidados Especiais do HGWA. Depois de receber alta do Hospital, no dia 17 de setembro, Francico retornou para Pentecostes, a cerca de 80 km de Fortaleza, onde o tratamento terá continuidade. “Sou grata por todo amparo que tive. O apoio foi fundamental, pois às vezes me encontrava sozinha e é sempre bom ter alguém para nos ouvir e tentar nos entender. Eu me redescobri. Coisas que achei que não seria capaz de ver ou fazer, descobri que sou. Estou conseguindo me adaptar ao novo ciclo em que estou. Tive um amadurecimento rígido, mas necessário”, finalizou.

Assessoria de Comunicação do HGWA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas