Fortaleza ganha policlínica com capacidade para 8 mil consultas e 3 mil exames mensais - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Fortaleza ganha policlínica com capacidade para 8 mil consultas e 3 mil exames mensais

Fotos - Carlos Gibaja

 Construída em uma área de 8.500 m², a Policlínica Dr. Luiz Carlos Fontenele, no bairro Passaré, foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (14) com as presenças do governador Camilo Santana e do prefeito Roberto Cláudio. Com investimento de aproximadamente R$ 28 milhões, o equipamento possui 26 consultórios e terá capacidade para ofertar oito mil consultas e três mil exames todo mês, ampliando o atendimento da Rede de Atenção Especializada para o público adulto e pediátrico.

Para o governador Camilo Santana, garantir uma estrutura adequada à população na área da saúde é uma tarefa que Fortaleza vem conseguindo solucionar. “O desafio da saúde é enorme de garantir qualidade e atendimento a todos os fortalezenses pelo Sistema Único de Saúde. Essa policlínica faz parte da complementação de uma rede de atendimento. O cidadão vai ao posto de saúde e é encaminhado para vir à policlínica, isso tudo regionalizado dentro de Fortaleza. Com trabalho, esforço, dedicação e planejamento Fortaleza está cada vez mais melhorando o atendimento na área da saúde”, destacou.

Essa é a terceira policlínica aberta em Fortaleza. Há uma outra para ser entregue nos próximos 30 dias. De acordo com Roberto Cláudio, o sistema adotado é importante para prevenir agravamento do quadro de saúde de cidadãos que utilizam o serviço público. “É um equipamento com padrões de qualidade que não deixa a desejar a qualquer equipamento privado de saúde aqui de Fortaleza. Fazer com que tenha uma lógica de integração com o que acontece no posto de saúde. Acompanhar os pacientes que tenham doença crônica e que precisem fazer um exame para identificar alguma complicação e agir precocemente, inclusive evitando uma internação hospitalar”, disse o prefeito.

Policlínica

O atendimento será ofertado em 13 especialidades médicas. O espaço conta com locais para terapias coletivas, sala de espera, auditório para educação permanente, refeitório, setor administrativo, banheiros sociais com acessibilidade, além da sala de observação e de recuperação de procedimentos. A policlínica também terá local designado para tratar pacientes hipertensos, diabéticos e na linha do cuidado ao pré-natal de alto risco com a assistência integrada de equipes multidisciplinares.

Pessoas com IST, AIDS e hepatites virais contarão com o Serviço Ambulatorial Especializado (SAE). A policlínica também está equipada com um Centro Especializado em Reabilitação Física e Auditiva do Tipo II, um centro cirúrgico para pequenos procedimentos de baixa complexidade, fazendo com que a população possa receber atendimento desse porte mais perto de casa.

A policlínica possibilitará que a população realize exames como tomografia computadorizada, ultrassonografia, endoscopia, mamografia, densitometria óssea, laringoscopia, eletrocardiografia, eletroencefalografia, ecocardiografia, radiologia, holter, mapa, audiometria, mapeamento de retina, entre outros.

Camilo Santana aproveitou para anunciar novas ações na área. “Em breve vamos inaugurar mais uma policlínica e entregar oficialmente o IJF 2, que é mais um equipamento importante para a saúde em Fortaleza. Também vamos iniciar o primeiro Hospital Universitário da Uece na Capital, que vai ampliar e melhorar o atendimento da população em Fortaleza”, informou.

Homenageado

Natural de Fortaleza, Dr. Luiz Carlos Fontenele foi médico cardiologista e atuou como membro da Academia Cearense de Medicina e Sociedade Brasileira de Cardiologia. Em sua atuação profissional, ocupou os cargos de presidente da Associação Brasileira de Hospitais Universitários e diretor do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e diretor-geral do Hemoce.

Na área acadêmica, Luiz Carlos Fontenele integrou o Departamento de Medicina Clínica da Universidade Federal do Ceará. Sua trajetória é marcada pelos estudos pioneiros em transplantes no HUWC. Ao lado de outros professores, ele ajudou a fundar o Centro de Pesquisas em Doenças Hepatorrenais do Ceará (Cephrece). Dr. Luiz Carlos Fontenele faleceu aos 87 anos, em 17 de março de 2017.

Fonte: Governo do Estado do Ceará 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas