Doações de leite materno auxiliam no desenvolvimento saudável de recém-nascidos - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Doações de leite materno auxiliam no desenvolvimento saudável de recém-nascidos

Fotos: Thiago Freitas
Artes gráficas: Jeorge Farias

 Além de ser gratificante, oferecer ajuda ao próximo pode mudar o destino de uma pessoa. Quando o assunto é amamentação, a doação de leite materno, mesmo sendo um gesto simples, não só auxilia no desenvolvimento dos bebês, mas também traz, para as doadoras, o sentimento único de fazer a diferença na vida de tantas crianças internadas em unidades de saúde da rede estadual.

Mãe de Samuel, de dois meses, a advogada Clívia Pinheiro de Lavor, 32, conta que decidiu ser uma doadora durante a gestação do primeiro filho. À época, com o seio “pedrado”, ela precisava retirar o excesso de leite e procurou o Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado. “Eu entrei no site do hospital e obtive as informações. Liguei e fui muito bem atendida e informada. Pela proximidade da minha casa, passei a doar para o HGCC”, conta.

Movida pela vontade de não desperdiçar o leite que tinha, Clívia foi impulsionada naturalmente a doar e reflete sobre a importância do ato. “Eu me imaginei tendo um filho prematuro e me imaginei não tendo leite, sem ter como amamentar. Se eu tenho, se meu filho está satisfeito e o leite está sobrando, por que não ajudar?”

A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin) do HGCC recebe, em média, 200 bebês mensalmente. O leite materno doado é essencial para a alimentação dos recém-nascidos. “É acima de tudo um ato de generosidade. E é de extrema importância para os bancos de leite, que dão suporte nutricional para as unidades de cuidados intensivos neonatais. No banco de leite humano, o leite doado passa por um processo de pasteurização e é fornecido como dieta para os recém-nascidos impossibilitados de mamar no seio materno ou para aqueles cujas mães não podem ofertar o próprio leite”, explica Ana Daniele Andrade Vitoriano, chefe do Centro de Neonatologia do HGCC.

Com o leite doado, os bebês têm a chance de se desenvolver mais rapidamente e com saúde, ficando protegidos de infecções, diarreias e alergias, por exemplo. “Os recém-nascidos que recebem o leite vão ter acesso a todos os nutrientes e benefícios. É o alimento completo”, destaca Rejane Santana, coordenadora do banco de leite do HGCC.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), toda quantidade de leite doada é importante. Para se ter uma ideia, um litro de leite materno doado chega a alimentar, por dia, até 10 bebês. Anualmente, aproximadamente 150 mil litros de leite materno humano são coletados, processados e destinados a bebês de baixo peso, bem como prematuros extremos internados em unidades neonatais em todo o Brasil.

Como mãe e doadora, Clívia Pinheiro deixa uma mensagem para outras mulheres. “Eu aconselho outros mães a doar também. Que pensem em outras mães, na aflição daquelas que não podem alimentar. Que pensem, também, nas crianças. Não achem que o leite vai acabar. A ordenha estimula a produção. O nosso filho fica alimentado e alimentamos outros filhos”, finaliza.

Saiba onde doar leite materno

– Hospital Infantil Albert Sabin (Hias): 0800.280.4169
– Hospital Geral César Cals (HGCC): (85) 3101.5367
– Hospital Geral de Fortaleza (HGF) 3101.3335
– Hospital Geral Waldemar Alcântara (HGWA): 3262.8350 / 3126.8325
– Hospital Regional Norte (HRN) em Sobral: (88) 3677-9467 / (88) 9 8883-4079

Acompanhe a série Amamentar vale ouro

Assessoria de Comunicação do HGCC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas