Dez armas de fogo são apreendidas pela Polícia Civil em Caucaia - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Dez armas de fogo são apreendidas pela Polícia Civil em Caucaia


A continuidade das diligências desencadeadas durante a operação Focus culminou nas apreensões de dez armas de fogo, em Caucaia, nessa quarta-feira (8). A ofensiva policial, que foi dividida em duas fases, resultou na prisão de um dos homens mais procurados do Ceará – Francisco Cilas de Moura Araújo (44), o “Mago”. Ele foi capturado em Teresina no Piauí, após diligências de policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) com o apoio do Departamento de Inteligência Policial (DIP), durante a primeira fase da ofensiva, na última terça-feira (07). Na segunda fase, na manhã de ontem (08), outros sete suspeitos foram presos em Caucaia e, à tarde, as dez armas foram apreendidas.

Após a divulgação da prisão do chefe criminoso autor de diversos homicídios em Caucaia, na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Ceará, a Draco recebeu inúmeras denúncias acerca da localização de outros suspeitos envolvidos com a mesma organização criminosa (orcrim) comandada por Cilas. Durante as investigações acerca de uma dessas informações, os policiais civis seguiram até um terreno na localidade de Baixa Grande, apontado como local utilizado como esconderijo para um arsenal pertencente à orcrim. Por meio de uma revista ao local, as equipes encontraram nove revólveres calibre 38 e uma espingarda calibre 12. Todo o material estava acondicionado em cinco sacos plásticos.

“Algumas dessas armas estavam enterradas, outras estavam sob arbustos dentro de um terreno, mas todas com a manutenção em dia e prontas para o uso. Nós acreditamos que elas foram deixadas lá em razão da movimentação policial na cidade de Caucaia. Como nós cumprimos diversos mandados de prisão e visitamos endereços de pessoas ligadas ao crime, os suspeitos promoveram essa movimentação do arsenal justamente para dificultar o acesso da Polícia a elas. É importante destacar que esse trabalho gerou um grande impacto no grupo, pois com as apreensões dessas armas, muitas ações criminosas foram evitadas”, explicou o delegado da Draco, Alceu Viana.

Todo o material foi encaminhado à sede da delegacia especializada. Com as prisões, apreensões e indícios colhidos durante o dia de ontem, a Polícia Civil dará continuidade aos trabalhos policiais no intuito de desarticular toda a cadeia criminosa que estrutura o grupo de “Mago”.

Denúncias

A população pode contribuir com os trabalhos investigativos da Draco. As denúncias podem ser feitas para o número (85) 98969-0182, por meio de mensagens, áudios e vídeos, ou para o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), no número 181. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas