IFCE - Campus de Sobral recebe R$ 74 mil para produção de protetores faciais e de cabines de esterilização - Portal de Notícias CE

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


TV Portal

sábado, 30 de maio de 2020

IFCE - Campus de Sobral recebe R$ 74 mil para produção de protetores faciais e de cabines de esterilização

Campus de Sobral — Instituto Federal de Educação, Ciência e ...

Duas ações no campus de Sobral para enfrentamento a COVID-19 receberão recursos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), ligada ao Ministério da Educação (MEC). A iniciativa de fabricação de protetores faciais receberá R$ 64.822,93. Outros R$ 9.551,34 serão destinados para o desenvolvimento de cabines de esterilização a serem instaladas em hospitais da região. Ao todo, são R$ 74.374,27.

Cabine de esterilização

Uma equipe, coordenada pelo professor Manoel Valnir Júnior, do eixo de Recursos Naturais, desenvolveu o protótipo de uma cabine de esterilização. A ideia é disponibilizar a hospitais uma alternativa viável, de baixo custo, de fácil operação e de efetiva aplicabilidade no combate a infecção pelo novo coronavírus dentro das unidades de saúde. E, com isso, contribuir para elevar o controle de não infecção aos profissionais de saúde no trato diário a pacientes com Covid-19, trazendo-lhes segurança e tranquilidade emocional.

A unidade de desinfecção permite que o profissional passe por um processo de esterilização, ainda em trajes específicos de atendimento. Com os recursos da Setec, serão fabricadas e instaladas 10 cabines em hospitais da região noroeste do Estado. Fazem parte do projeto, além do professor Valnir, o técnico do Laboratório de Ensaios em Equipamentos de Irrigação, Cicero Lima de Almeida; o agrônomo do campus, Joilson Silva Lima; e o responsável pelo Laboratório de Usinagem, Rafael Vitor e Silva.

Protetores faciais

A outra iniciativa contemplada é a produção de máscaras de proteção facial (face shields) para doar a unidades de saúde da Região Metropolitana de Sobral. O projeto, liderado pelo professor Rafael Vitor e Silva, do eixo de Controle e Processos Industriais, será contemplado com R$ 64 mil, o que permitirá a produção de mais quatro mil unidades. Toda a produção será doada para profissionais de saúde de unidades hospitalares, ampliando o número de municípios contemplados.

Desde o fim de março, o campus de Sobral vem produzindo as máscaras de acetato a partir de uma central de impressões 3D montada no campus com a parceria de outras instituições e de empresas. O uso do protetor facial, classificado como um Equipamento de Proteção Indivisual (EPI), é indicado no combate ao novo coronavírus como complemento às máscaras do tipo N95. As peças protegem a região dos olhos e, assim, diminuem o risco de contágio.

A iniciativa já recebeu R$ 75 mil no Desafio Covid-19 da Companhia Vale do Rio Doce, a Vale, em colaboração com o Hospital Israelita Albert Einstein e a Rede Mater Dei de Saúde. Com isso, serão produzidas cinco mil unidades de protetores faciais. Somando com as quatro mil frutos dos recursos da Setec e o que já vinha sendo produzido, o total chegará a cerca de 10 mil protetores faciais.

Os protetores faciais são solicitados pelas instituições a partir de um formulário eletrônico.

Tiago Braga - campus de Sobral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas