Desembarca carga de quase 90 toneladas de insumos comprados pelo Governo do Ceará para combater a Covid-19 - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

domingo, 26 de abril de 2020

Desembarca carga de quase 90 toneladas de insumos comprados pelo Governo do Ceará para combater a Covid-19


Tatiana Fortes e Cival Jr. Fotos

Aterrissou no Aeroporto de Fortaleza, na tarde deste domingo (26), o avião fretado pelo Governo do Ceará com carga de quase 90 toneladas de insumos comprados diretamente da China. O material, adquirido com recursos do Estado, chegou em uma aeronave da Ethiopian Airlines e era composto de equipamentos de proteção individual (EPIs) e testes para detecção da Covid-19. É o mesmo que já está sendo utilizado no Brasil e no mundo, com qualidade garantida.
Ao todo o Governo do Ceará adquiriu mais de 270 toneladas de insumos, o que significa que logo outros aviões estarão aterrissando em terras cearenses trazendo mais equipamentos importantes nesse momento de pandemia. “No Brasil e no mundo esse material tem sido fundamental para garantir a segurança dos profissionais de saúde e minimizar os efeitos dessa pandemia para a população. Novos carregamentos estão previstos para chegar em breve. Não mediremos esforços em medidas que visam proteger nossa população”, disse o governador do Ceará, Camilo Santana.
O secretário estadual da Saúde dr. Cabeto acompanhou a chegada dos insumos. Sobre o transporte, explicou que a melhor proposta foi da Ethiopian Airlines, com tempo muito relativo de vôo e que toda a logística foi feita da melhor maneira. “O pouso aconteceu na capital da Etiópia e depois no Togo, tudo muito rápido, só para abastecimento, sem exposição da carga, para que a gente tivesse a garantia de que chegasse no menor tempo possível”, explicou o secretário Cabeto.
Ainda de acordo com Cabeto, o aporte está dentro do planejamento do Estado. “Inclusive de auxílio aos municípios para que a gente possa ampliar e garantir segurança a todos os profissionais da saúde”. O secretário ressaltou que este é um problema enfrentado no mundo todo.
“É uma carga substancial e estamos negociando para que os próximos voos sejam com respiradores. O Ceará tem mostrado resposta, mas nós sabemos das dificuldades e, principalmente, temos que atender aqueles que estão atendendo. Em resposta a isso, está aqui esta carga de 90 toneladas, que foi planejada para três meses, porque nunca se faz um planejamento desse para curto prazo. Quase nenhum Estado conseguiu trazer um carregamento com essa dimensão”, avaliou.

Protocolo

O secretário da Saúde afirmou também que testes serão enviados aos municípios. “Vamos centralizar primeiro nos hospitais, profissionais de segurança e casos suspeitos. Vamos disponibilizar nas Upas para aqueles que tenham mais de cinco dias de sintomas. Agora, vale ressaltar que esses testes vão se juntar a outros 120 mil que serão feitos inclusive com drive thru”.
Antonio Cardoso - Assessoria de Comunicação Institucional Texto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas