PMCE recupera cartões de crédito e dinheiro após ação policial em Quixadá - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br

 



Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria

 


Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

 

terça-feira, 10 de março de 2020

PMCE recupera cartões de crédito e dinheiro após ação policial em Quixadá


Uma equipe da Polícia Militar do Ceará (PMCE) recuperou diversos cartões de crédito e quase R$ 22 mil após uma ação ser realizada na cidade de Quixadá – Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20) do Ceará. O fato se deu, na última sexta-feira (6), dentro de uma agência bancária. Três pessoas suspeitas foram conduzidas para a Delegacia Regional da cidade junto com todo o material apreendido.
De acordo com os policiais militares, a composição foi acionada para atender uma ocorrência dentro de uma agência bancária na cidade. Na ocasião, duas mulheres e um adolescente de 16 anos estavam em posse de diversos cartões de créditos e efetuando vários saques. Quando chegaram ao local, os agentes de segurança abordaram os suspeitos e os conduziram até a delegacia que cobre a região.
Na unidade policial, o trio explicou aos policiais civis que o dinheiro sacado era oriundo de empréstimos a juros que eles faziam para diversos funcionários de uma fábrica de calçados em que trabalhavam. A empresa está localizada na cidade de Quixeramobim. De acordo com as apurações, para garantir o pagamento das dívidas, o trio retinha os cartões dos funcionários para que, no dia do recebimento do salário, os suspeitos sacassem o dinheiro, retirassem o valor correspondente aos juros, e por fim, eles devolviam o restante do dinheiro para os funcionários.
Diante dos fatos, um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na unidade policial para aprofundar as investigações.
Após os procedimentos, os suspeitos foram ouvidos e liberados. Parte do material apreendido já foi restituído às vítimas. O caso foi transferido para a Delegacia Municipal de Quixeramobim, que instaurou um inquérito policial para investigar a prática de “agiotagem”.
Fonte: SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2


Páginas