Ceará Científico: evento estadual reúne projetos inovadores de estudantes da rede pública - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria




Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Ceará Científico: evento estadual reúne projetos inovadores de estudantes da rede pública


Principal ação de fomento à pesquisa e ao desenvolvimento de ideias inovadoras nas escolas da rede pública cearense, o Ceará Científico chega à fase estadual em 2019, apresentando ao público os melhores trabalhos desenvolvidos por estudantes, em diversas áreas do conhecimento. A iniciativa é realizada anualmente pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). O evento terá abertura nesta quarta-feira (4/12), a partir das 17 horas, no Shopping RioMar Fortaleza. As exposições dos trabalhos iniciam-se na quinta-feira (5) e seguem até sexta (6).
A mostra teve início na fase escolar, em que cada unidade de ensino realizou sua própria feira de ciências. Na sequência, os classificados foram para a fase regional, que aconteceu em cada uma das 20 Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e na Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor). Por último, será feita a etapa estadual, na capital, reunindo os vencedores do estágio anterior.
Ao todo, oito categorias estarão em exposição, envolvendo diretamente 414 alunos e 184 professores orientadores. São elas: Linguagens e Suas Tecnologias; Ciências e Engenharia; Ciências Humanas e Suas Aplicações; Matemática e Suas Tecnologias; Robótica, Automação e Aplicação Das TIC; Educação Ambiental; e Pesquisa Júnior – Ensino Fundamental.

Ressignificar

O estudante Richard Willy, de 18 anos, estuda na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Antônio Mota Filho, localizada no município de Tamboril. Lá o jovem faz a 3ª série do Ensino Médio técnico em Design de Interiores. Junto com colegas de curso e com o auxílio de professores, desenvolveu o projeto “Transformaluno”, cuja ideia consiste em reaproveitar materiais que iriam para o lixo, trabalhando a arte e a sustentabilidade, ao mesmo tempo em que são gerados produtos úteis para o dia a dia e esteticamente bem trabalhados. O trabalho foi vencedor do Ceará Científico 2018 na categoria “Pesquisa em Educação Ambiental”.
Richard conta que os próprios alunos perceberam o potencial da ideia e sugeriram-na à gestão da escola, com o intuito de tornar mais agradável o ambiente no qual passam a maior parte do dia. Os professores, por sua vez, abraçaram a causa e incentivaram os jovens a não desistir da iniciativa, trazendo materiais e convidando profissionais do design em busca de orientações diferenciadas.
“O maior aprendizado foi o trabalho em equipe, pois o projeto não uniu só os alunos das turmas de Design, como também de outras escolas que fazem parte da Crede 13. Levamos o nome da escola para uma competição de extrema importância para a educação do Ceará. De pequenos projetos surgem grandes ações. O Transformaluno começou como uma ação de reciclagem e hoje estamos revitalizado vários espaços da nossa própria escola”, explica.

Familiaridade

Aprender sobre conteúdos complexos pode se tornar tarefa simples, quando a metodologia utilizada dialoga com as vivências do cotidiano. Pensando nisso, um grupo de 20 alunos da Escola de Ensino Médio (EEM) de Campos Sales idealizou o projeto “Craque na bola, craque na escola: o futebol como ferramenta etnomatemática no processo de ensino-aprendizagem”. A ação busca dinamizar o ensino da Matemática, de forma a tornar a disciplina mais atrativa e compreensível, utilizando o esporte como ferramenta de ensino. A proposta foi vencedora do Ceará Científico 2018 na categoria “Matemática e suas Aplicações”.
Fátima Stérphanny Costa, de 15 anos, faz a 2ª série do Ensino Médio na escola e integra a equipe responsável pelo projeto. A jovem esclarece que foram aplicadas oficinas aos alunos, vivenciadas a partir do futebol, aperfeiçoando também as técnicas esportivas, bem como valores éticos e competências socioemocionais.
“Percebemos a dificuldade de aprendizagem dos alunos nas aulas de Matemática e resolvemos usar uma abordagem próxima da realidade deles, que fosse interessante e despertasse curiosidade, além de incluir diversos conteúdos da disciplina. Como resultado, além de crescimento nas notas, vimos melhora do comportamento, de frequência e de participação em sala de aula”, ressalta a estudante.
Fátima também comenta que a experiência de desenvolver um projeto inovador expandiu seu olhar para o mundo. “Passamos a enxergar possibilidades de produção de conhecimento em lugares que nunca reparamos, tornando-nos jovens cientistas, mas também pessoas mais sensíveis às dificuldades dos outros, já que estamos tentando ajudá-los”, observa.

Objetivo

O Ceará Científico incentiva a construção de projetos que promovam a integração curricular das disciplinas, enaltecendo a interdisciplinaridade. Além disso, a ação visa estimular parcerias entre instituições acadêmicas ou educacionais com as escolas e, ainda, promover o intercâmbio artístico, científico e cultural no âmbito escolar, comunitário e social.
Serviço: Etapa Estadual do Ceará Científico

Abertura: 4 de dezembro (quarta-feira)
Onde: Shopping RioMar Fortaleza – Espaço de Eventos (L3)
Horário: 17 horas
Endereço: R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu, Fortaleza – CE

Fonte: Seduc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2




Páginas