Em julho, Governo do Ceará entregou R$ 6,4 milhões em abastecimento d´água - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria




Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Em julho, Governo do Ceará entregou R$ 6,4 milhões em abastecimento d´água

(Imagens - André Gurjão)
Durante o mês de julho, o Governo do Ceará inaugurou cinco abastecimentos d´água e levou segurança hídrica e cidadania para 1.285 famílias do Estado. O balanço é da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) que investiu R$ 6,4 milhões em sistemas localizados nos municípios de Cariús (100 famílias), Jaguaruana (280), Morada Nova (146), Palhano (568) e Redenção (191). No último ano, foram investidos R$ 8.494.066,35 e outros R$ 200 milhões foram anunciados pelo governador Camilo Santana em razão do novo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial. O prazo de execução do novo contrato é de seis anos.
“Uma criança banhada com água tratada é uma coisa e outra banhada com água poluída é outra: vai aparecer coceira, brotoeja e uma porção de coisa. Até uma micose, que essa criança tenha, acaba com uma água de qualidade”, confia Luiz Gomes de Oliveira, avô de quatro netos e uma bisneta. “A gente tinha certeza que ia realizar: até mesmo para mostrar para aqueles que duvidavam. Agora, não tem mais o que discutir mais, está todo mundo feliz”, comenta o agricultor natural de Redenção.
“Se a população não tem acesso à água de qualidade, esta situação cria um ambiente propício para a propagação das chamadas doenças águas”, corrobora o secretário De Assis Diniz. Além de destacar o tratamento realizado para levar água de qualidade às torneiras de homens e mulheres do campo, o executivo da pasta cita as dificuldades enfrentadas por quem mora distante dos centros urbanos. “Temos conseguido virar o jogo diante daquela velha imagem do agricultor carregando água no lombo do jumento por longas distâncias”, acredita.

Qualidade de vida

“Nos próximos 60 dias, o Projeto São José III estará concluindo mais 25 sistemas de abastecimento d´água em 18 municípios. As obras atendem a 3.934 famílias e representam um investimento de R$ 16 milhões em segurança hídrica , mesmo com as dificuldades enfrentadas pelo Estado nos últimos anos”, pontua Lafayete Almeida, coordenador do Unidade de Gerenciamento do PSJ III. “É um grande investimento que traz, em si, não só a esperança para o homem e a mulher do campo, como também a possibilidade para que eles possam permanecer em seu local de origem com acesso à água tratada, com melhor qualidade de vida e mais desenvolvimento para o local onde habitam”.
As águas entregues nas torneiras das famílias do campo passam por processos como desinfecção, filtração, cloração, decantamento e tratamento, conforme o local de captação do recurso hídrico. Além disso, a qualidade da água é monitorada mensalmente por técnicos do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) ou do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). “Água tratada é saúde e é vida”, comemorou o prefeito Dinho Nunes, que teve 568 famílias de 12 comunidades rurais atendidas com obras do Projeto São José III em julho.
“Foi Deus quem mandou o Projeto São José! Por um período, meu filho mais novo chegou a desistir de estudar, tamanha era a dificuldade. Hoje, a nossa vida é outra”, conta o agricultor Antônio Pereira Paixão. De acordo com o moradanovense, antes era preciso caminhar por dois quilômetros para levar o bem precioso de um poço para dentro de casa “e a água ainda era salgada”. “Só sabe a importância deste momento de receber água em casa quem já teve que carregar lata d’água direto do rio pra casa”, acrescenta o prefeito Wanderley Nogueira.
Fonte: SDA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2




Páginas