Bombeiros de Tauá combatem incêndio de grandes proporções em vegetação - Portal de Notícias CE

Portal de Notícias CE

www.portaldenoticiasce.com.br


Última Hora

Divulgação topo

Divulgação 1 Matéria




Web Rádio Portal de Notícias CE

TV Portal

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Bombeiros de Tauá combatem incêndio de grandes proporções em vegetação

A guarnição de serviço da 3ª Companhia do 3º Batalhão de Bombeiros Militares (3ª Cia/3º BBM), quartel sediado em Tauá, nesta quinta-feira (1º), por volta das 12h15min, foi acionada para uma ocorrência em incêndio em vegetação. A ocorrência foi registrada na localidade Todos os Santos, distrito de Marruás, interior do município de Tauá, na Área Integrada de Segurança 22 (AIS 22).
A guarnição chegou ao local por volta das 13h15min, que fica distante a 54 km da sede da guarnição. De imediato, a viatura Auto Bomba Tanque 49 (ABT 49) e a viatura Resgate 39 foram posicionadas em um ponto estratégico para defender uma vila de casas que estavam na linha do incêndio. Conforme os militares que atenderam a ocorrência, se não fosse essa ação, muitas casas teriam sucumbido pelas labaredas. Por causa da fumaça, muitos populares passaram mal, além da aflição de virem o incêndio avançando rápido para suas residências. No entanto, os bombeiros conseguiram controlar o incêndio e nenhuma casa foi atingida.
O incêndio foi debelado por volta das 17horas, por causa da dificuldade de acesso para a guarnição, e, totalmente extinto cinco horas depois. Ao final da ocorrência, foi possível contabilizar que este Incêndio foi de grandes proporções, considerando que foi consumida uma área aproximada de 45 hectares, destruindo roças de milho, cercados e muito pasto destinado a animais. O incêndio não alcançou os animais, pois a população local conseguiu arrebentar a cerca liberando os animais (vacas) para que esses não fossem mortos devido à ação do incêndio.
O combate se deu por meio da utilização de abafadores, bomba costal, ciscador e outros materiais de sapa, além de 10 mil litros de água do ABT 49, que necessitou ser abastecida em uma oportunidade. A guarnição retornou à base após o rescaldo por volta da meia-noite. A guarnição que atendeu a ocorrência foi composta pela major Mônica, capitão Albuquerque, sargento Martiniano, sargento Ladston, sargento Eduardo, soldado Arlenilson, soldado PAULO Gurgel, soldado Rodrigues.
Cenário
Considerando que o Estado do Ceará localiza-se no semiárido, com baixas precipitações (chuvas), principalmente no período do segundo semestre, tornando mais propicias as queimadas na vegetação. “Incêndio florestal é todo fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, podendo ser tanto provocado pelo homem ou por causa natural”, ressalta a major MÔNICA, comandante da 3º Companhia do 3º Batalhão de Bombeiros Militares do CBMCE.
Prevenção
As queimadas são uma grande questão ambiental e a prevenção é essencial para que o meio ambiente seja preservado. Sobre o tema, o Corpo de Bombeiros Militar sugere algumas atitudes para evitar que essas queimadas ocorram ou mesmo se propaguem:
 Nunca jogar resto de cigarro ainda acesso, por menor que seja, em locais onde haja vegetação, menos ainda se esta vegetação estiver seca;
 Para as pessoas que viajam bastante, evitar jogar lixo pela janela do carro é essencial para que as queimadas sejam evitadas, pois o lixo jogado poderá servir de alimento para o fogo;
 Em caso de acampamentos, a fogueira precisa ser feita em locais onde não haja vegetação, principalmente seca ou a faça bem perto de um rio, observando o sentido do vento para que as centelhas desse fogo ou fumaça possam iniciar um incêndio florestal;
 Nunca se deve soltar balão, em hipótese alguma, pois estes também são um dos maiores causadores de queimadas e, por isso, não soltá-los é uma maneira de evitá-las;
 Nunca usar fogo para queima de lixo ou para a limpeza de plantação;
 Próximo às estradas e torres de transmissão, o ideal é providenciar uma aceiro (limpeza de um terreno em volta de propriedades, matas e coivaras, para impedir propagação de incêndios) nas proximidades, de modo a evitar, em caso de incêndio, que este se alastre.
No Estado do Ceará, a grande maioria dos incêndios em vegetação é por ação humana, onde 69,1% dos incêndios florestais são causados por incendiários, ou seja, com intenção de queimar, conforme BATISTA, A.C. e NUNES, J.R.S. (Eds.). Incêndios florestais no Brasil: estado da arte. Curitiba, 2009. Lembrando que incêndio florestal é um crime ambiental tipificado no Código Florestal.
Fonte SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgação Matéria 2




Páginas